Oportunidades para jovens de São Paulo crescem no período pós-pandemia

A pandemia mudou e muito a vida de muitas pessoas no mundo todo. As consequências foram inúmeras e ainda persistem em vários países que ainda não combateram totalmente o vírus. No Brasil as consequências foram tamanhas e o país foi até um epicentro da doença. Rápida transmissão, número cada dia maior de infectados e número de mortes ultrapassando as quatro mil mortes diárias, essa foi a realidade do Brasil por um bom tempo e só com a vacinação e as pessoas seguindo as recomendações de isolamento social, uso de máscaras e álcool em gel fez com que a situação começasse a amenizar.

Hoje se aproximando do período pós pandêmico onde a situação começa a mostrar uma melhora significativa e retornar com as oportunidades que eram dispostas a população.  no estado de São Paulo as oportunidades para os jovens começam a surgir com as inscrições ETEC para os estudantes.

ETEC

A ETEC (Escola Técnica Estadual) é um programa criado pelo Governo do Estado de São Paulo que tem como objetivo formar e qualificar pessoas no nível técnico para que consigam uma vaga no mercado de trabalho que anda tão concorrido.

No estado existem centenas de ETEC’s espalhadas para atender um numero cada vez maior de alunos para que ingressem na vida profissional mesmo ainda estando no ensino médio.

Cursos ETEC

  • Administração
  • Automação Industrial
  • Administração – Integrado ao Ensino Médio
  • Agronegócio
  • Desenvolvimento de Sistemas
  • Edificações
  • Edificações
  • Eletrônica
  • Eletrotécnica
  • Logística
  • Manutenção Automotiva
  • Marketing
  • Automação Industrial – Integrado ao Ensino Médio
  • Biblioteconomia
  • Canto

E entre outras opções, mas é preciso se informar a instituição onde cada curso é ofertado.

Para ingressar na ETEC é preciso realizar um processo seletivo que acontece todos os anos e é conhecido como vestibulinho ETEC 2022. Através desse vestibular os candidatos passam por uma avaliação de conhecimento e aqueles que tiverem boas notas poderão conquistar uma vaga em uma das instituições da ETEC espalhada pelo estado.

Requisitos para se inscrever no programa

  • Para a modalidade EJA: É preciso ter no mínimo 18 anos, além de já ter finalizado o ensino médio pelo programa Encceja.
  • Cursos técnicos: para pessoas com mais de 18 anos concluintes do ensino médio na modalidade EJA, Encceja ou por meio de algum outro programa do MEC e devem ter feito o Enem.
  • Curso técnico com médio integrado: o candidato precisa ter concluído o ensino médio.

Inscrições

Para se inscrever é extremamente fácil, basta seguir os seguintes passos:

  • Acessar o site ETEC;
  • Quando as inscrições estiverem abertas, clique na opção que faz referência;
  • Preencher o formulário com os dados solicitados
  • Informar o curso e unidade de interesse;
  • Enviar os dados e finalizar o procedimento.

Os desafios da educação de crianças e adolescentes no período pós-pandemia

A um bom tempo grande parte dos estudantes do Brasil não sabem o que são aulas presenciais. Isso se deu devido a pandemia provocada pelo Covid19 e sua rápida transmissão que fez com que as instituições de ensino logo no início da pandemia suspendessem suas aulas por um período de quinze dias, porém com o aumento do nível de pessoas contaminadas e também o aumento de mortes fizeram com que esse prazo se estendesse bem mais do que o esperado.

Devido o descontrole na transmissão da doença e a necessidade da retomada das aulas a maioria das instituições começaram a utilizar do sistema remoto para ministrarem as aulas. Os professores através de plataformas digitais começaram a dar aula ao vivo aos alunos ou gravadas e começaram a passar atividades e provas para serem realizados de forma online. Esse ensino começou a se popularizar muito durante esse período de pandemia e melhorou significativamente graças as novas tecnologias que foram surgindo.

Porém a vacinação vem mostrando resultados satisfatórios e as coisas começaram a funcionar na sua normalidade, inclusive as aulas. Algumas instituições começaram a fazer rodízio entre os alunos e logo passaram a dar aula presencial ocupando uma certa capacidade. Agora o governo já vai começar a permitir no mês de novembro que as instituições de ensino comecem a receber 100% de seus alunos para as aulas presencias. Com a retomada das aulas e dos alunos começam a surgir muitos desafios que precisam ser enfrentados nesse período pós pandemia para que a situação não se descontrole e próximos passos possam ser dados.

Cuidados a serem tomados na volta às aulas

Utilização de máscaras

O uso das máscaras é o que garante maior proteção as pessoas, com ela os contaminados transmitem a doença muito menos e as pessoas se protegem consideravelmente do vírus. Devido a isso é obrigatório o uso de máscaras a todos os funcionários e alunos da instituição de ensino e se possível realizar a troca da mesma a cada duas horas para garantir assim a segurança de todas.

Álcool em gel

O álcool vem sendo um grande aliado durante esse período de pandemia pois ele garante a proteção das pessoas. O álcool garante uma higienização rápida e auxilia na limpeza das mãos antes de encostar em alguma área sensível do corpo.

Distanciamento social

Essa ainda é uma das principais medidas que devem ser respeitadas, mesmo com as aulas voltando ao normal é essencial que exista uma certa distância entre os alunos para que caso um esteja infectado a distância, juntamente com o uso das máscaras, fará com que as chances dos demais alunos serem infectados sejam menores.

Para o próximo ano todos os pais e responsáveis já podem se preparar para seguirem ainda alguns cuidados e contar com a ajuda das inscrições Educa Mais Brasil 2022 para as matriculas com desconto que no final do ano faz grande diferença com as vagas para Educa Mais Brasil Ensino Fundamental.

Os desafios para os estudantes e profissionais de saúde no período pós-pandemia

A pandemia provocada pelo vírus Covid19 afetou inúmeras áreas de atividades em que a economia, saúde e educação foram as mais atingidas e as que mais enfrentaram dificuldades. A economia sofreu um grande choque devido a necessidade do distanciamento social que levou inúmeras empresas a fecharem as portas e indústrias a pararem suas atividades por um determinado tempo atrasando as entregas e consecutivamente parando a rotatividade do mercado.

A saúde foi com toda certeza dentre os três o mais prejudicado. Emergências lotadas, milhares de pessoas morrendo diariamente, falta de medicamentos e de profissionais para atender a demanda enorme de infectados que o país enfrentou no pico da pandemia. A falta de profissionais foi tão grande que estudantes tiveram suas formaturas adiantadas para que pudessem começar a trabalhar no combate a doença.

Na educação grandes desafios também foram enfrentados. Os alunos ficaram impossibilitados de irem as aulas para controlar a disseminação do vírus e as instituições pararam suas atividades por um tempo até que a situação apresentasse uma melhora. Infelizmente a situação não melhorou e as instituições tiveram que buscar alternativas e a mais adequada foi o ensino remoto que ganhou bastante força nesse período.

Com a pandemia o EAD ganhou bastante força e se aperfeiçoou muito fazendo com que pessoas que não imaginavam mais estudar ou começar um curso se inscreveram devido a facilidade e comodidade que o ensino a distância promove. Com a percepção de que a qualidade do ensino melhorou e que deu certo muitas instituições estudam continuar essa modalidade no período pós-pandemia para que os alunos continuem tendo os benefícios que o EAD promove e graças a ele muitas pessoa aproveitaram para se inscreverem nos cursos gratuitos do SENAC.

Alguns estudantes não acham essa ideia da continuidade do ensino a distância muito boa no pós pandemia, principalmente alunos de cursos de saúde que precisam de uma pratica e um aprendizado mais situacional. Eles enxergam que o ensino não será a mesma coisa e na hora de precisarem atuar enfrentarão grandes desafios.

O ensino que ganhou força nessa pandemia tem muitos pontos a favor e contra e ainda tem muito o que ser analisado para sua real implementação nas instituições, afinal existem cursos que precisam de práticas e uma vivência maior, sendo difícil continuar sendo 100% a distância.

Para os alunos da área de saúde que buscam cursos para se qualificar nesse período pós pandemia com a retomada das aulas presenciais o curso técnico em enfermagem SENAC 2022 se aproxima.

As festas vão voltar! Com o controle da COVID-19, saiba tudo sobre os eventos nacionais

A pandemia provocada pelo Corona Vírus mudou a vida e a realidade de toda a população. devido a rápida transmissão do vírus e sua alta taxa de letalidade medidas de distanciamento social foram adotadas como por exemplo o fechamento de bares, clubes, cinemas e outros lugares que atendessem uma grande quantidade de pessoas. Com o passar dos meses a diminuição do número de mortos e pessoas infectadas algumas medidas passaram a serem flexibilizadas, como por exemplo a capacidade de atendimento de alguns locais e a possibilidade de realizar eventos com uma certa quantidade de pessoas.

Agora, fim do ano de 2021, muitas pessoas começam a ter a esperança e imaginar a vida voltando ao normal, sonhando já com a retomada das festas. A vacinação está mostrando resultado fazendo com que o número de infectados seja cada dia menor e consequentemente menor, tendo locais onde passam dias sem nenhum óbito provocado pelo vírus. Assim, a esperança do povo brasileiro sobre os eventos do próximo ano começa a ficarem mais vivas do que nunca.

Principais festas do país

Carnaval

O Carnaval é uma das festas mais famosas e aguardadas pelos brasileiros e algumas pessoas que moram fora do país que quando tem uma oportunidade correm para cá para conhecer esse evento que é tão famoso mundo a fora.

No ano de 2021 não foi possível acontecer o carnaval devido a alta aglomeração que o evento provoca e a necessidade de cumprir todas as normas sanitárias, mas para o próximo ano muitas pessoas já começaram a criar grandes expectativas como a fantasia de carnaval 2022 e procurar várias ideias de maquiagem para carnaval.

São João

O São João é uma festa extremamente famosa no nordeste do país e faz com que milhares de pessoas viagem para estados do nordeste do país só para aproveitarem essa festividade. Forro, xote e baião reinam nos meses de junho e julho e garantem a diversão de muitos brasileiros que são apaixonados pela época.

Além das festas espalhadas em várias cidades do nordeste as pessoas ainda aproveitam da culinária recheada com comidas de milho. Bolo de milho, cuscuz, milho cozido, milho assado, pipoca, pé de moleque, canjica, pamonha e entre outras delícias são possíveis de encontrar em quase todas as esquinas pelas ruas do nordeste e fazem com que todos os amantes de comida de milho se deliciem nessa época e sejam ainda mais apaixonados pelo São João.

As festas prometem voltar, mas é necessário manter todos os cuidados, que todos se vacinem e continuem prezando pela segurança de todos.

Desafio das escolas públicas aumentam por causa da pandemia da COVID-19

Com a pandemia da COVID-19 muitos estudantes foram extremamente prejudicados devido a necessidade do isolamento social e os desafios que a educação a distância começou a enfrentar. Os alunos de escolas publicas certamente foram os mais afetados, já que muito antes da pandemia as instituições enfrentavam problemas diariamente.

As escolas publicas sempre enfrentaram grandes desafios como a estrutura comprometida, falta de recursos para os alunos e professores, material atrasado e entre outras coisas que prejudicam e muito o desempenho dos professores e o aprendizado dos professores.

Com o início da pandemia as aulas foram suspensas e o ensino passou a ser feito de forma remota. Como as escolas publicas possuem todas as dificuldades no ensino presencial, que todos conhecem, com o ensino remoto não foi diferente. Falta de plataformas de ensino online, professores e alunos sem computadores e aparelhos digitais e materiais necessários para o ensino e aprendizado todo o aprendizado fica comprometido.

O ensino para o ano de 2021 mesmo com as vacinas ainda permanece de maneira remota e a previsão para o ano de 2022 ainda não foi divulgada, mas tudo depende da situação em que o país se encontrará e a quantidade de pessoas imunizadas. Mas mesmo diante da situação as matriculas online em 2022 já devem ser analisadas para que os alunos comecem a planejar a pré matricula pela internet.

Para o ensino remoto é necessário que todos os professores tenham acesso a alguns materiais necessários que são:

Ferramentas necessárias

Os professores necessitam de aparelhos tecnológicos, já que o ensino está acontecendo de forma remota, para aplicarem as aulas e conseguirem assim passar todo o conteúdo para os alunos de forma prática e entendível. É necessário também que tenham uma plataforma digital para que as aulas sejam ministradas por lá e todos os materiais necessários sejam compartilhados com os alunos.

Bom plano de ensino diante da situação

Também é extremamente necessário que os professores tenham um bom planejamento de todo o conteúdo que deverá ser ministrado para que o repasse do conteúdo seja feito de maneira satisfatória com o aprendizado dos alunos.

Compreensão

E mais do que tudo é necessário que os professores tenham muita compreensão a respeito da situação que todos estão passando, por ser tudo em casa inúmeras dificuldades surgem. Além da falta de computadores, celulares e internet para acompanharem as aulas os alunos ainda enfrentam barulhos e responsabilidades que não podem ser deixados para depois, o que fez e faz com que muitos alunos desistam dos estudos e se dediquem a outras coisas para ajudar a família.

Aumento no número de contaminações da Aedes Aegypti e suas doenças

O mosquito Aedes Aegypti já foi protagonista por muitos anos de algumas das principais doenças que assolam a população. Dengue, Zika e Chikungunya são as principais doenças transmitidas por esse mosquito e é capaz de trazer grandes prejuízos para quem é picado por ele.

Por muito tempo, campanhas de postos de saúde para evitarem a proliferação do mosquito aconteceram com distribuição de produtos para colocarem em locais com água parada e ensinamentos sobre os cuidados que devem ser tomados dentro de casa. Mesmo com todos esses cuidados para tentar evitar esse mosquito e as doenças que ele transmite os casos voltaram a se tornarem frequente.

Dengue

A dengue é uma doença que é capaz de provocar febre alta, dor no corpo e nas articulações e dor atrás dos olhos. A doença na sua forma mais grave é capaz de provocar hemorragia e levar as pessoas a morte.

É sempre importante ficar atento aos sintomas, pois qualquer mudança como vômito, desmaio ou dor na região abdominal pode representar uma piora e é necessário que as pessoas se dirijam até uma unidade de saúde a qualquer um desses sinais.

Zika

A zika possui sintomas diferentes da dengue. A doença é provocada pelo vírus da zika e é transmitido pelo mosquito Aedes Aegypti onde os contaminados apresentam febre intermitente, erupções na pele, coceira e dor muscular.

A evolução da doença é dita como algo benigno e os sintomas costumam desaparecer em um período de 3 a 7 dias. O quadro da Zika mesmo provocando grandes incômodos ainda é menos agressivo que o da dengue.

Chikungunya

Esse vírus ele atinge principalmente as articulações e é capaz causar grandes inflamações. Eles podem deixar dores que na metade dos casos viram crônicas e conseguem incapacitar as pessoas de fazerem pequenas ações como abotoar uma camisa ou levantar o braço sem sentir dor.

Essas doenças são bem perigosas a população, cada uma com suas consequências podem trazer grandes prejuízos a quem for contaminado e a única solução é a prevenção e o combate ao mosquito.

Devido a isso é essencial que as pessoas passem a não deixar água parada e destampada, encher os pratos das plantas de areia para não acumular água, esvaziar garrafas e pneus para não acumular água, manter os lixeiros sempre fechados, limpar as calhas e varias outras pequenas ações que possuem uma grande força contra esse mosquito. A prevenção é a melhor solução ao combate a essas doenças.