As festas vão voltar! Com o controle da COVID-19, saiba tudo sobre os eventos nacionais

A pandemia provocada pelo Corona Vírus mudou a vida e a realidade de toda a população. devido a rápida transmissão do vírus e sua alta taxa de letalidade medidas de distanciamento social foram adotadas como por exemplo o fechamento de bares, clubes, cinemas e outros lugares que atendessem uma grande quantidade de pessoas. Com o passar dos meses a diminuição do número de mortos e pessoas infectadas algumas medidas passaram a serem flexibilizadas, como por exemplo a capacidade de atendimento de alguns locais e a possibilidade de realizar eventos com uma certa quantidade de pessoas.

Agora, fim do ano de 2021, muitas pessoas começam a ter a esperança e imaginar a vida voltando ao normal, sonhando já com a retomada das festas. A vacinação está mostrando resultado fazendo com que o número de infectados seja cada dia menor e consequentemente menor, tendo locais onde passam dias sem nenhum óbito provocado pelo vírus. Assim, a esperança do povo brasileiro sobre os eventos do próximo ano começa a ficarem mais vivas do que nunca.

Principais festas do país

Carnaval

O Carnaval é uma das festas mais famosas e aguardadas pelos brasileiros e algumas pessoas que moram fora do país que quando tem uma oportunidade correm para cá para conhecer esse evento que é tão famoso mundo a fora.

No ano de 2021 não foi possível acontecer o carnaval devido a alta aglomeração que o evento provoca e a necessidade de cumprir todas as normas sanitárias, mas para o próximo ano muitas pessoas já começaram a criar grandes expectativas como a fantasia de carnaval 2022 e procurar várias ideias de maquiagem para carnaval.

São João

O São João é uma festa extremamente famosa no nordeste do país e faz com que milhares de pessoas viagem para estados do nordeste do país só para aproveitarem essa festividade. Forro, xote e baião reinam nos meses de junho e julho e garantem a diversão de muitos brasileiros que são apaixonados pela época.

Além das festas espalhadas em várias cidades do nordeste as pessoas ainda aproveitam da culinária recheada com comidas de milho. Bolo de milho, cuscuz, milho cozido, milho assado, pipoca, pé de moleque, canjica, pamonha e entre outras delícias são possíveis de encontrar em quase todas as esquinas pelas ruas do nordeste e fazem com que todos os amantes de comida de milho se deliciem nessa época e sejam ainda mais apaixonados pelo São João.

As festas prometem voltar, mas é necessário manter todos os cuidados, que todos se vacinem e continuem prezando pela segurança de todos.

Desafio das escolas públicas aumentam por causa da pandemia da COVID-19

Com a pandemia da COVID-19 muitos estudantes foram extremamente prejudicados devido a necessidade do isolamento social e os desafios que a educação a distância começou a enfrentar. Os alunos de escolas publicas certamente foram os mais afetados, já que muito antes da pandemia as instituições enfrentavam problemas diariamente.

As escolas publicas sempre enfrentaram grandes desafios como a estrutura comprometida, falta de recursos para os alunos e professores, material atrasado e entre outras coisas que prejudicam e muito o desempenho dos professores e o aprendizado dos professores.

Com o início da pandemia as aulas foram suspensas e o ensino passou a ser feito de forma remota. Como as escolas publicas possuem todas as dificuldades no ensino presencial, que todos conhecem, com o ensino remoto não foi diferente. Falta de plataformas de ensino online, professores e alunos sem computadores e aparelhos digitais e materiais necessários para o ensino e aprendizado todo o aprendizado fica comprometido.

O ensino para o ano de 2021 mesmo com as vacinas ainda permanece de maneira remota e a previsão para o ano de 2022 ainda não foi divulgada, mas tudo depende da situação em que o país se encontrará e a quantidade de pessoas imunizadas. Mas mesmo diante da situação as matriculas online em 2022 já devem ser analisadas para que os alunos comecem a planejar a pré matricula pela internet.

Para o ensino remoto é necessário que todos os professores tenham acesso a alguns materiais necessários que são:

Ferramentas necessárias

Os professores necessitam de aparelhos tecnológicos, já que o ensino está acontecendo de forma remota, para aplicarem as aulas e conseguirem assim passar todo o conteúdo para os alunos de forma prática e entendível. É necessário também que tenham uma plataforma digital para que as aulas sejam ministradas por lá e todos os materiais necessários sejam compartilhados com os alunos.

Bom plano de ensino diante da situação

Também é extremamente necessário que os professores tenham um bom planejamento de todo o conteúdo que deverá ser ministrado para que o repasse do conteúdo seja feito de maneira satisfatória com o aprendizado dos alunos.

Compreensão

E mais do que tudo é necessário que os professores tenham muita compreensão a respeito da situação que todos estão passando, por ser tudo em casa inúmeras dificuldades surgem. Além da falta de computadores, celulares e internet para acompanharem as aulas os alunos ainda enfrentam barulhos e responsabilidades que não podem ser deixados para depois, o que fez e faz com que muitos alunos desistam dos estudos e se dediquem a outras coisas para ajudar a família.

Aumento no número de contaminações da Aedes Aegypti e suas doenças

O mosquito Aedes Aegypti já foi protagonista por muitos anos de algumas das principais doenças que assolam a população. Dengue, Zika e Chikungunya são as principais doenças transmitidas por esse mosquito e é capaz de trazer grandes prejuízos para quem é picado por ele.

Por muito tempo, campanhas de postos de saúde para evitarem a proliferação do mosquito aconteceram com distribuição de produtos para colocarem em locais com água parada e ensinamentos sobre os cuidados que devem ser tomados dentro de casa. Mesmo com todos esses cuidados para tentar evitar esse mosquito e as doenças que ele transmite os casos voltaram a se tornarem frequente.

Dengue

A dengue é uma doença que é capaz de provocar febre alta, dor no corpo e nas articulações e dor atrás dos olhos. A doença na sua forma mais grave é capaz de provocar hemorragia e levar as pessoas a morte.

É sempre importante ficar atento aos sintomas, pois qualquer mudança como vômito, desmaio ou dor na região abdominal pode representar uma piora e é necessário que as pessoas se dirijam até uma unidade de saúde a qualquer um desses sinais.

Zika

A zika possui sintomas diferentes da dengue. A doença é provocada pelo vírus da zika e é transmitido pelo mosquito Aedes Aegypti onde os contaminados apresentam febre intermitente, erupções na pele, coceira e dor muscular.

A evolução da doença é dita como algo benigno e os sintomas costumam desaparecer em um período de 3 a 7 dias. O quadro da Zika mesmo provocando grandes incômodos ainda é menos agressivo que o da dengue.

Chikungunya

Esse vírus ele atinge principalmente as articulações e é capaz causar grandes inflamações. Eles podem deixar dores que na metade dos casos viram crônicas e conseguem incapacitar as pessoas de fazerem pequenas ações como abotoar uma camisa ou levantar o braço sem sentir dor.

Essas doenças são bem perigosas a população, cada uma com suas consequências podem trazer grandes prejuízos a quem for contaminado e a única solução é a prevenção e o combate ao mosquito.

Devido a isso é essencial que as pessoas passem a não deixar água parada e destampada, encher os pratos das plantas de areia para não acumular água, esvaziar garrafas e pneus para não acumular água, manter os lixeiros sempre fechados, limpar as calhas e varias outras pequenas ações que possuem uma grande força contra esse mosquito. A prevenção é a melhor solução ao combate a essas doenças.